Centro de Referência da Juventude
CRJ

SADS
Centro de Referencia do AdolescentesCRA-I
18/12/2018
SADS
Centro de Referencia do Adolescentes CRA-II
18/12/2018
SADS
Centro de Referência da Juventude - CRJ

Coordenadora: Flavia Anversai    

Horário

  • 8:00 -16:00
  • Fechado

Como Chegar?

2 - Objetivos

2 - Objetivos

Organizado em torno do PAIF, busca prevenir a institucionalização de jovens/adolescentes, oportunizando o acesso a informações sobre os direitos e a participação cidadã. Ocorre através da realização de grupos ou coletivos e organiza-se de forma a ampliar as trocas culturais e de vivencia, desenvolvendo o sentimento de pertencimento e identidade, fortalecendo os vínculos familiares e incentivando a socialização e a convivência comunitária.

Geral

Propiciar vivências que valorizam as experiências que estimulem e potencializem a condição de escolher e decidir, contribuindo para o desenvolvimento da autonomia e protagonismo social dos jovens, estimulando a participação na vida pública no território, ampliando seu espaço de atuação para além do território além de desenvolver competências para a compreensão crítica da realidade social e do mundo contemporâneo. 

Específicos

Complementar as ações da família e da comunidade na proteção e no desenvolvimento dos jovens e no fortalecimento dos vínculos familiares e sociais; Assegurar espaços de referência para o convívio grupal, comunitário e social e o desenvolvimento de relações de afetividade, solidariedade e respeito mútuo, de modo a desenvolver a sua convivência familiar e comunitária; Possibilitar a ampliação do universo informacional, artístico e cultural dos jovens, bem como estimular o desenvolvimento de potencialidades para novos projetos de vida, propiciar sua formação cidadã e vivências para o alcance de autonomia e protagonismo social, detectar necessidades, motivações, habilidades e talentos; Possibilitar o reconhecimento do trabalho e da formação profissional como direito de cidadania e desenvolver conhecimentos sobre o mundo do trabalho e competências específicas básicas.


 

3 – Nº de Atendidos

3 – Nº de Atendidos
250 pessoas

Programadas

4 - Tipo de Proteção

4 - Tipo de Proteção
Básica

5 – Programas Desenvolvidos

5 – Programas Desenvolvidos
Programa de Atenção Integral à Família (PAIF); Ação Jovem.

6 – Oficinas Desenvolvidas

6 – Oficinas Desenvolvidas
Eletricista; Atendimento ao Cliente e Consultor de Vendas; Departamento Pessoal; Recursos Humanos; Assistente Administrativo; Violão; Crochê; Vagonite em Fita; Maquiagem; Oficinas de Reflexão “Tudo o que você precisa saber; Capoeira; Time do Emprego; Hip Hop e Graffiti Arte; Cursinho Popular Lemense – em parceria com voluntários; Eventos comemorativos realizados no projeto no respectivo mês de comemoração; Reunião com Famílias beneficiarias do Ação Jovem.

7 - Público Alvo

7 - Público Alvo
Adolescentes de 15 a 17 anos
Jovens de 18 a 24 anos
Adolescentes/Jovens de 15 a 24 anos

8 - Abrangência Territorial

8 - Abrangência Territorial
Urbana

9 – Ações

9 – Ações
Fortalecimento Vínculos
Transferência de renda
Ações socioeducativas
Grupo de Apoio
Encaminhamento rede
Orientação Familiar

10 - Critérios de Elegibilidade

10 - Critérios de Elegibilidade
Idade

11 – Outras Atividades Desenvolvidas

11 – Outras Atividades Desenvolvidas
Palestras socioeducativas, priorizando os temas de interesse dos envolvidos; geralmente com profissionais convidados/voluntários; Orientação para estabelecimento de regras de convivência familiar ou no grupo social; Orientação para o convívio familiar, higiene pessoal e do ambiente, prevenção à gravidez precoce, DST- AIDS e SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS; Programação de Férias, realizadas nos meses de janeiro e julho; Cineclub CRJ; Oficina especial para comemoração de Páscoa; Comemoração do Dia das Mães com o filme “Minha Mãe é uma Peça”; Caminhada e Palestra Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes; Entrega de certificados da Primeira Turma do Time do Emprego realizado pela SADS; Caminhada e Palestra Dia Mundial e Nacional contra o Trabalho Infantil; Treinamento do time do emprego (SERT/SP); Encontro DRADS "10 ANOS DE SUAS - OS DESAFIOS DO SUAS PARA A GESTÃO MUNICIPAL"; Palestra Estratégia de Enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher e o trabalho em rede; Capacitação com equipe da SADS “CURSO INTERFACE CRAS E CREAS Seminário Regional de Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos; Programação de Férias –Cine clube- CRJ Visita a Fabrica da Coca-Cola - Ribeirão Preto/SP;Objetivo do Evento: Através do programa de visita Escolar da Coca-Cola - “Visita na Fabrica da Felicidade” tivemos a visita monitorada da empresa, foi proporcionado aos jovens conhecer o processo de fabricação dos refrigerantes da empresa. No final do passeio os usuários receberam um kit brinde; Descrição dos temas abordados: A visita foi dinâmica, onde percorremos por toda a unidade da Fábrica Andina. Os jovens tiveram oportunidade de conhecer a história da Coca-Cola, o processo fabril, linha de produção, os produtos, aspectos sobre gestão, motivação, enfim, a cultura da empresa, assim como seus valores; Encontro de divulgação em escolas estaduais de Leme;isita da EPTV, contamos com a participação em matéria em telejornal regional EPTV expondo as atividades que são ofertadas por este serviço; Festa de Halloween realizada no dia 26/10 - as atividades aconteceram em clima de descontração e diversão, as alunas de maquiagem puderam maquiar os presentes com tema de halloween. Portanto, nesse dia as aulas foram interativas e foi possível abordar o tema de folclore internacional; Palestra realizada com o tema: OUTUBRO ROSA - Prevenção do CÂNCER DE MAMA; Visita dos jovens usuários do CAPS Infantil – Recebemos visita da coordenação do Caps Infantil, a fim de estreitarmos as relações e também como oportunidade de apresentar os serviços ofertados pelo CRJ ao público jovem atendido no Caps i; Participação em relato de experiência da coordenação em aula de Grupos e Equipes do curso de psicologia da Faculdade Anhanguera, relatando as vivências de grupos nos serviços do SUAS, em especial do CRJ como Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV/SUAS);Participação dos usuários do CRJ no 1° Workshop das Profissões do Colégio Lumen; Visita dos jovens inscritos no Grupo de Orientação Vocacional e Profissional do CRJ na visita monitorada da Faculdade Anhanguera; Participação da equipe e usuários do CRJ no lançamento oficial do projeto: oficina GRAFITTO em parceria com a TSTech; Participação dos inscritos na aula de pintura em tecido na Exposição de Presépios com o tema: Natal Tropical, com objetivo de fortalecer vínculos comunitários e valorização da cultura e arte do município ;Participação da equipe e usuários do CRJ no lançamento oficial do projeto: oficina DANÇA BACANA em parceria com a TSTech;Confraternização de Fim de Ano e entrega de certificados do CRJ; encontro de pais e jovens a fim de discutir os eixos da Conferencia Municipal de Assistência Social com o tema: "“Garantia dos Direitos no Fortalecimento do SUAS”.1º Encontro do Comitê de Elaboração, Execução E Fiscalização das Ações para o Combate ao Tráfico de Drogas Envolvendo Crianças e Adolescentes; Capacitação: Participação no III Fórum Municipal de Proteção Básica, com tema principal: O Fortalecimento do Trabalho em Rede nos Territórios, na cidade de Rio Claro;Participação na III SEMANA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA, realizada pelo CRPD de Leme.

12 – Dificultadores

12 – Dificultadores
Não contamos com técnicos das áreas de serviço social e psicologia diariamente no serviço. Quem vem dando suporte é a coordenação, que executa função de coordenação e psicologia; Ausência de profissional da Psicologia, com objetivo de realizar grupos de jovens, grupos familiares, atendimento psicossocial. Entendemos também fundamental a presença do profissional – Assistente Social no serviço para monitoramento do AÇÃO JOVEM, visitas domiciliares, entre outras atividades. Pouca articulação de rede, na qual se poderiam desenvolver atividades com parceiros, como por exemplo: secretaria do esporte, lazer e cultura, emprego e trabalho, educação, entre outros.Dificuldade existente entre os horários de ônibus e os locais onde passam o transporte gratuito que levam os jovens ao projeto. Falta pelo menos 1 monitor de projetos, nossas atividades têm se intensificado, mediante ao fluxo diário de jovens e os funcionários desempenham diversas funções. Dificuldade existente entre os horários de ônibus e os locais onde passam o transporte gratuito que levam os jovens ao projeto.

13 – Resultados obtidos

13 – Resultados obtidos
As atividades desenvolvidas complementaram as ações do convívio dos adolescentes com as suas respectivas famílias e comunidade, de forma a promover a proteção, desenvolvimento dos participantes e fortalecimento dos vínculos. Estimularam a participação na vida pública do território e o desenvolvimento crítico da realidade social e do mundo contemporâneo. Contribuíram para a inserção, reinserção e permanência do adolescente no sistema educacional. Promoveram o estimulo e capacitação das suas habilidades e aptidões para a inclusão no mercado de trabalho. Houve divulgação das atividades do equipamento nos jornais e nas redes sociais.

14 – Relatório Estatístico

14 – Relatório Estatístico

15 - Fotos

15 - Fotos
[gdgallery_gallery id_gallery="7"]